Floral na Net, Seu floral personalizado
florais de bach para menopausa florais de bach para estudar melhor

Dr Edward Bach

Os florais de Bach são mundialmente famosos pelas suas inúmeras propriedades, mas uma curiosidade as vezes pode assolar os usuários do site NetFormulas. Quem foi o Dr Edward Bach, e como ele chegou ao sistema floral?


Posso afirmar que era uma pessoa normal em busca de seus sonhos, mas com uma incrível percepção do mundo, antenado nas novidades que surgiam na sua época. Bach nasceu logo após as descobertas das vacinas por Pasteur, e ao isolamento do agente causador antraz pelo bacteriologista alemão Robert Koch. De repente, doenças onde as pessoas estavam fadadas a morrer, eram passíveis de cura. Um belo estímulo para um menino que trabalhava na fundição de bronze de seu pai, não é mesmo?


Incrivelmente, Bach começou sua carreira médica como cirurgião. Eu digo incrível, pois é a área da medicina mais invasiva, caminho esse bastante contraditório aos florais. Por isso mesmo, ficou pouco tempo nessa área, e logo migrou para o campo da bacteriologia. Nessa área estudou as bactérias que habitam o intestino humano, e o desequilíbrio dessas bactérias em pessoas doentes.


Mas o que exatamente motivou o Dr Bach a seguir em busca de um sistema floral ?
Sabemos que ele sofreu bastante influência da homeopatia e dos ensinamentos de Hahnemann. Em 1919, Bach ocupava um cargo como patologista no Hospital Homeopático de Londres. Já vemos aí uma evolução nos seus métodos de cura, pois antigamente administrava as vacinas com uma seringa, mas logo trocou o método de preparo para comprimidos (via oral): muito menos invasivo! Em 1920 escreveu trabalho propondo que a terapia com vacinas se aproximava muito mais da homeopatia do que da alopatia.


A sua experiência clínica ao longo dos anos também já mostrava que o estado emocional da pessoa interferia no seu estado de saúde, fato esse que a homeopatia já abordava.


Durante o período da gripe espanhola, segundo o livro Remédios Florais de Bach – Forma e Função de Julian Barbard, Nora Weeks, uma incansável assistente do Dr Bach escreve que Bach ‘recebeu permissão extraoficial para inocular as tropas (britânicas) em alguns acampamentos nacionais com suas vacinas, salvando dessa forma mais de mihares de pessoas.’ Desse episódio surgiram alguns questionamentos: o que faz uma pessoa ser susceptível? Por que, existindo tantos que se infectavam, alguns não manifestavam nada?
Ao que conta a história, o grande “clique” de Bach foi durante um jantar social de maçons onde percebeu que as pessoas poderiam ser agrupadas de acordo com a sua personalidade. Alguns apresentavam os mesmos comportamentos como se fossem da mesma família, outros apresentavam irritabilidade, medo, indiferença e assim por diante.


Em setembro de 1928 Bach saiu em busca de plantas que fossem equivalentes aos tipos humanos, buscava plantas com efeito no comportamento mental e emocional. Isso significa um olhar para a pessoa e não para a doença.


Começou a buscar uma planta para o tipo dele próprio: gostava de trabalhar sozinho, não gostava de rotinas, não era uma pessoa considerada “fácil”, anti social, solitário, seguro de sí, impulsivo, com convicções firmes, decidido, corajoso, mente rápida e perspicaz, enfurecia – se rapidamente, mas logo tudo se dissipava e era impaciente frente a lentidão dos outros.


Intuitivamente, ou cientificamente falando, por ressonância ( dois corpos que tenham o mesmo padrão vibratório ressonam juntos), ele encontrou a planta Impatiens glandulífera. A planta por sua vez também possuía característica “explosiva”, pois quando maduras as sementes são jogadas para longe com força, como se fossem balas disparadas por uma arma.


Nora Weeks descreve também como o Water Violet foi encontrado: durante uma manha, o Dr Bach estava se comportando como um tipo Water Violet, ou seja, quieto, distraído e retraído, e em seguida comunicou que iriam encontrar uma flor que pudesse ajudar esse tipo de pessoa. Disse estar pensando intensamente em alguém assim, ou seja, estava ressonando esse estado. Logo ele e Weeks encontraram a flor de Water Violet, que ao colocar em sua mão, Bach sentiu um alívio mental, uma sensação de paz, calma e tranquilidade.


E assim foram sendo descobertas as 38 essências florais que contém o sistema. Em 1930, Bach começava a descrever o modo de preparação das essências pelo método solar. Em maio de 1933 descreve:
Método de Preparação. Os remédios deveriam ser preapardos perto do local onde a planta cresce e as flores colocadas na água imediatamente após serem colhidas, quando ainda estão frescas e cheias de vida. Pega – se uma tigela de vidro fino cheia de água clara, preferencialmente de uma nascente pura ou riacho. As flores são dispostas de modo a boiar na água e em quantidade suficiente para cobrir a superfície, colocando – se o máximo possível sem que elas se sobreponham. A seguir deixa – se a tigela descansar sob a luz forte até que as flores apresentem sinais de começar a murchar. O tempo varia de aproximadamente duas a sete horas, dependendo da planta e da intensidade do sol. As flores são então gentimente retiradas e a água é despejada em garrafas, com igual quantidade de conhaque, adicionado como conservante.


Logo após a descoberta do método solar, Bach escreve o famoso livro “Cura – te a Ti Mesmo, uma Explicação sobre a Causa Real e a Cura das Doenças”.
Fixou sua casa no interior de Londres, numa casa entitulada Mount Vernon, que até hoje faz as essências florais e está aberto para visitas.
Bach foi bastante perseguido pelo Conselho de Medicina Inglês, e em sua última carta ao órgão escreveu que preferia ser chamado de herbalista ao invés de médico: “Tendo provado que as ervas do campo são muito fáceis de usar e tão maravilhosamente eficazes em seu poder curativo, eu abandono a medicina ortodoxa.”


Em 1936 escreveu a seus colaboradores:
“Minha tarefa está cumprida; minha missão neste mundo está terminada.”


Pediu ainda a seus colegas: Nora Weeks, Victor Bullen e Mary Tabor:
“Há momentos como este, em que estou esperando um chamado não sei de onde. Se este chamado vier, como pode acontecer a qualquer minuto, eu lhes suplico, a vocês três, que continuem a obra maravilhosa que começamos. Uma obra que pode libertar os homens, eliminando os poderes da doença….”
Vinte e seis dias após escrever esta carta, Edward Bach faleceu de parada cardíaca, na madrugada de 27 de novembro de 1936.

 

Bibliografia: Remédios Florais de Bach Forma e Função – Julian Barnard – Healing essências Florais

 

 

Bah, Back, Bá, Bach - qual a grafia correta? Nomes estrangeiros podem gerar bastante confusão para nós brasileiros, mas Bach é a forma correta de escrever o nome do Dr Edward Bach

 

Responda o questionário e faça seu floral clicando aqui

HOME | PESQUISAS REALIZADAS | OUTROS PRODUTOS | SOBRE OS FLORAIS | MONTE O SEU FLORAL | DR. BACH | FAQ | CONTATO

Propaganda - Anuncie aquí






Formas de Pagamento: Cartão de Crédito, Transferência Eletrônica e Boleto Bancário.

©2011 All Rights Reserved.